Home Notícias Renault do Brasil completa 10 anos de publicação do relatório de sustentabilidade

Renault do Brasil completa 10 anos de publicação do relatório de sustentabilidade

15/06/2021

Renault do Brasil completa 10 anos de publicação do relatório de sustentabilidade

A Renault do Brasil, por meio do Instituto Renault, acaba de publicar seu 10º Relatório de Sustentabilidade. Nesta edição, estão destacadas as ações e resultados da montadora obtidos em 2020 nos âmbitos ambiental, social e de governança corporativa. O relatório é elaborado de acordo com as normas internacionais da Global Reporting Initiative (GRI) e alinhado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), refletindo o compromisso com a transparência e o diálogo com as partes interessadas. 

O relatório deste ano, que corresponde ao período de 1º de janeiro à 31 de dezembro de 2020 também reflete os desafios de 2020 frente à pandemia de Covid-19, bem como seus impactos: “Em 2020, logo que se evidenciou a situação de pandemia, nossa prioridade foi proteger a saúde dos nossos colaboradores. Para enfrentar esta situação criamos um completo protocolo de Saúde e Segurança, visando implementar as medidas necessárias a fim de proteger nossa gente e assegurar a continuidade das atividades com total segurança”, explica Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.  

10 anos de Instituto Renault e iniciativas com colaboradores

O relatório também destaca os 10 anos do Instituto Renault, iniciativa que já impactou mais de 800 mil pessoas, atuando em dois eixos: Inclusão e Mobilidade Sustentável. Com a nova estratégia Socioambiental, reestruturamos os pilares para Inclusão e Segurança no Trânsito. “O Instituto Renault é uma iniciativa que conta com o engajamento da alta administração para garantir a visão estratégica da nossa ação social e conferir força aos projetos”, explica Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de comunicação da Renault do Brasil.

Ainda no âmbito social, a Renault fortaleceu a governança do tema Diversidade e Inclusão, expandindo suas iniciativas com a criação de três novos grupos de afinidade que somam- se ao Women@Renault, criado em 2010. Agora, os colaboradores da marca contam com os grupos de afinidade LGBTQIA+ Proud@Renault, de raça e etnias AllColors@Renault e de pessoas com deficiência Access@Renault. Para monitorar as métricas e ações, foi criado um comitê executivo de Diversidade & Inclusão, reforçando o compromisso de assegurar a todos os colaboradores um ambiente seguro, plural e inclusivo. 

Essas iniciativas permitiram à Renault a conquista do Prêmio Melhores Práticas de Diversidade e Inclusão 2020, promovido pela ABTD PR e pelo Troféu Diversidade e Inclusão realizado pelo portal Automotive Business. Além disso, na Pesquisa de Clima de 2020, 96% dos colaboradores relataram sentir orgulho de trabalhar na Renault.

Nas ações de enfrentamento à Covid 19, a Renault do Brasil desenvolveu um completo protocolo de Saúde e Segurança, com a implementação das medidas necessárias a fim de proteger os colaboradores e assegurar a continuidade das atividades com total segurança, bem como colocou à disposição dos colaboradores e familiares o  projeto Médico na Tela, um aplicativo de Telemedicina que agilizou as consultas e atendimentos. Além disso, por meio do Instituto Renault, a Associação Borda Viva realizou a produção de mais de 217 mil máscaras descartáveis, o que contribuiu para a geração de renda para as mulheres que fazem parte do projeto.

Aterro Zero e mobilidade sustentável

O aspecto ambiental, o Projeto Aterro Zero, que, em 2020, completou quatro anos de operação, permitiu à Renault dar um correto tratamento aos compostos gerados, eliminando, inclusive, a necessidade de uso de aterros industriais, com o coprocessamento e reciclagem de resíduos. Em 2020, a ação permitiu a reinserção de cerca de 40 mil toneladas de compostos reprocessados ao processo produtivo e 100% de resíduos reciclados ou reutilizados. 

No tema de mobilidade sustentável, são várias as iniciativas desenvolvidas nos últimos anos. Em Fernando de Noronha, por exemplo, a Renault instalou, em 2020, um ecoposto à base de energia solar que gera 26MWh por ano, o suficiente para cobrir o consumo elétrico de todos os veículos elétricos da Renault que circulam na ilha, além de gerar energia para a população local.

Os primeiros carros 100% elétricos de Fernando de Noronha foram entregues pela Renault em junho de 2019 e hoje, 30 veículos Renault (Zoe, Twizy e Kangoo Z.E.) circulam pelo arquipélago, tanto para uso da Administração local como por empresários para realizar as tarefas do dia a dia.

Ainda em 2020, em Curitiba, os funcionários do Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Paraná) passaram a ter à disposição dois Renault Zoe 100% elétricos para uso compartilhado. O carsharing é gerenciado por meio do sistema Renault Mobility, e a recarga dos veículos também é realizada por meio de um ecoposto abastecido por energia solar, instalado na sede da Fiep.

 

Indústria 4.0 e inovação

Em 2020, o Complexo Ayrton Senna, que abriga as quatro fábricas da Renault do Brasil foi reconhecida pelo Fórum Econômico Mundial como a única fábrica da América Latina Farol da 4ª Revolução Industrial Avançada, referência da Indústria 4.0, tornando-se, também, parte da “Global Lighthouse Network”, que reúne os grupos fabris 4.0 no mundo.

A planta utiliza tecnologias e processos digitais desde a produção dos veículos até a venda, contemplando diversas etapas do negócio, incluindo a contratação de colaboradores e o treinamento e capacitação desses profissionais.

Alguns exemplos são a gestão de processos de contratação por plataforma digital, a capacitação de profissionais em ambiente de realidade virtual, a ampla aplicação de tecnologias de automação, controle e robótica na linha de montagem, bem como a comercialização de veículos online e o fomento à um ecossistema de inovação, com presença em hubs, universidades e centros acadêmicos.

“Este reconhecimento premiou todas as nossas iniciativas de transformação digital e do desenvolvimento de um ecossistema de inovação. Graças a essas iniciativas usamos a tecnologia para tornar mais fácil e segura a vida dos nossos colaboradores e clientes. O uso intensificado das ferramentas digitais nas atividades cotidianas permitiu interações abrangentes e produtivas entre as pessoas, disseminando conhecimento e informação. Assim, ao longo do ano, em todas as áreas da empresa, nossos colaboradores desenvolveram novos processos de trabalho, soluções inovadoras e propostas colaborativas. Soluções que colaboram com os nossos objetivos com as questões ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG),” conclui Gondo.

Para acessar o relatório:

Para acessar o relatório de sustentabilidade de 2020, bem como as edições anteriores do documento, basta acessar o link:

 https://institutorenault.com.br/transparencia/relatorio

;